Coentro extrato seco 5% (Coriandrum Sativum ou Cilandro) 150mg Detox metais pesados

Coentro extrato seco 5% (Coriandrum Sativum ou Cilandro) 150mg Detox metais pesados

CÓDIGO: 502

Amado por muitos, odiado por tantos, definitivamente o uso do Coentro não é uma unanimidade na culinária. Mas o fato é que o coentro contém inúmeros benefícios para a saúde. Se você não consegue nem sentir o cheiro dessa erva aromática ou não consegue consumir em quantidades que realmente vão impactar na sua saúde, a alternativa é a suplementação em cápsulas com a dosagem correta. Confira os benefícios do Coentro (Coriandrum sativum).

Disponível: Em estoque

R$79,00
ou 1x de R$79,00 sem juros
Frete e Prazo de Entrega:

*Campos Obrigatórios

Descrição

Detalhes

Benefícios do Coentro (Coriandrum Sativum):

Livra o corpo de metais pesados / Detoxificação de metais pesados. Talvez a propriedade mais rica do coentro é promover o detox de metais pesados como arsênico, cádmio, alumínio, chumbo e mercúrio, que se alojam em nossos tecidos. A eliminação dos metais pesados é bastante difícil sem “estimuladores” como o coentro;
• Reduz a inflamação;
• Reduz fatores de risco para doenças cardiovasculares;
• Diminui o açúcar no sangue / diminui a glicemia;
• Proteção contra o estresse oxidativo;
• Prevenção de doenças no trato urinário;
• Combate infecções.

Coentro

Coentro. Foto: @surojadek via Unplash

O que é o Coentro?

O coentro é uma erva popular em todo o mundo que se assemelha à salsa ou salsinha. Conseguimos distinguir o coentro da salsinha logo na primeira cheirada, pois seu aroma é bem característico.

Na culinária sua utilização é bem versátil sendo tradicionalmente utilizada no guacamole mexicano, na moqueca de peixes e frutos do mar, molhos chimichurri argentinos e molho chutney indianos.

O coentro tem uma longa história de uso como medicamento popular - é uma das primeiras plantas com propriedades terapêuticas utilizadas pelos gregos e pelo pai da medicina - Hipócrates.

A erva é rica em fitonutrientes benéficos como o linalol, geraniol, limoneno, carvacrol, borneol, cânfora e elemol. Também possui flavonóides, incluindo quercetina, kaempferol, ramnetina e apigenina, além de compostos ativos de ácido fenólico, incluindo ácido cafeico e clorogênico.

Como o Coentro (Cilandro) funciona?

O coentro pode estimular o intestino e aumentar a produção de ácido estomacal. Isso pode ajudar pessoas com condições como indigestão, constipação ou gases intestinais.

O coentro também reduz os espasmos musculares no intestino. Isso pode ajudar a tratar problemas estomacais, como diarréia e Síndrome do Intestino Irritável.

O coentro também pode diminuir o açúcar no sangue, estimulando a produção de insulina, ajudando na condição da hiperglicemia e diabetes.

O coentro também pode diminuir a pressão arterial, fazendo com que os vasos sanguíneos se dilatem, sendo levemente diurético.

Benefícios do coentro

Destoxificação de metais pesados

Metais pesados como arsênico, cádmio, alumínio, chumbo e mercúrio podem se acumular em nossos tecidos e trazer inúmeros prejuízos para nossa saúde, como desencadear doenças cardíacas, desequilíbrios hormonais, afetar o sistema nervoso, provocar infertilidade, dentre outros problemas.

Pesquisas comprovaram que o coentro tem a propriedade de “soltar” estes metais pesados de nossos tecidos e facilitar a eliminação pelo corpo.

Uma pesquisa realizada com camundongos, expôs estes animais ao nitrato de chumbo, especificamente em seus testículos. Após utilização do coentro houve uma diminuição significativa nos níveis de chumbo nos testículos dos animais.

Os autores concluíram que a administração de C. sativum protege significativamente contra o estresse oxidativo induzido pelo chumbo.

Outro estudo descobriu que o coentro acelerou a remoção de metais pesados ​​do corpo. Neste estudo, a erva foi usada para ajudar a remover depósitos de metais pesados ​​que continuaram a atormentar os pacientes, mesmo depois que os sintomas iniciais da infecção desapareceram.

Previne a inflamação neurológica

Doenças neurodegenerativas, incluindo Alzheimer, Parkinson e esclerose múltipla, estão associadas à inflamação crônica. Um estudo procurou entender se realmente o coentro teria a propriedade de ajudar a prevenir inflamações no corpo.

Este estudo publicado na revista Molecular Neurobiology descobriu que dietas ricas em açafrão, pimenta, cravo, gengibre, alho, canela e coentro podem ajudar a prevenir a inflamação associada a doenças neurológicas.

Os pesquisadores também observaram que as populações com dietas ricas nessas ervas e especiarias apresentaram menores incidências de degeneração neurológica.

Prevenção de doenças cardiovasculares e redução dos níveis de açúcar no sangue

O coentro pode ajudar na promoção da saúde do coração, ao reduzir os fatores de risco para doenças cardíacas.

Um dos estudos realizados indica que o extrato de coentro pode proteger a função hepática e apresentou efeitos antioxidantes e hipoglicêmica (diminui açúcar no sangue) e hipolipidêmica (controla o colesterol e triglicerídeos). O estudo foi feito em ratos diabéticos.

Outro estudo publicado na Food and Chemical Toxicology descobriu que os polifenóis e os nutrientes cardioprotetores naturais encontrados no coentro podem ajudar a prevenir danos oxidativos especificamente associados a danos cardíacos.

Um estudo publicado no Journal of Food Sciences mostrou que, quando o diabetes é diagnosticado, a planta ajuda a apoiar a função hepática saudável e equilibrar o açúcar no sangue.

Combate infecções

As propriedades antimicrobianas e antibacterianas do coentro foram demonstradas em estudo em tubo de ensaio. O coentro mata bactérias prejudiciais para nós como a Salmonella.

Previne infecções do trato urinário

O coentro possui compostos antibacterianos que podem ajudar na manutenção da saúde do trato urinário.

Um em tubo de ensaio mostrou que o coentro combate as bactérias que mais causam infecções do trato urinário.

Composição:

Coentro (extrato seco, concentração de 5% de polifenóis): 150 mg

Posologia:

Tomar duas doses ao dia, após as principais refeições: almoço e jantar.

Referências:

Sharma, V., Kansal, L., & Sharma, A. (2010). Prophylactic efficacy of Coriandrum sativum (Coriander) on testis of lead-exposed mice. Biological trace element research, 136(3), 337–354. https://doi.org/10.1007/s12011-009-8553-0

Omura, Y., & Beckman, S. L. (1995). Role of mercury (Hg) in resistant infections & effective treatment of Chlamydia trachomatis and Herpes family viral infections (and potential treatment for cancer) by removing localized Hg deposits with Chinese parsley and delivering effective antibiotics using various drug uptake enhancement methods. Acupuncture & electro-therapeutics research, 20(3-4), 195–229. https://doi.org/10.3727/036012995816357014

Sreelatha, S., & Inbavalli, R. (2012). Antioxidant, antihyperglycemic, and antihyperlipidemic effects of Coriandrum sativum leaf and stem in alloxan-induced diabetic rats. Journal of food science, 77(7), T119–T123. https://doi.org/10.1111/j.1750-3841.2012.02755.x

Patel, D. K., Desai, S. N., Gandhi, H. P., Devkar, R. V., & Ramachandran, A. V. (2012). Cardio protective effect of Coriandrum sativum L. on isoproterenol induced myocardial necrosis in rats. Food and chemical toxicology : an international journal published for the British Industrial Biological Research Association, 50(9), 3120–3125. https://doi.org/10.1016/j.fct.2012.06.033

Patel, D. K., Desai, S. N., Gandhi, H. P., Devkar, R. V., & Ramachandran, A. V. (2012). Cardio protective effect of Coriandrum sativum L. on isoproterenol induced myocardial necrosis in rats. Food and chemical toxicology : an international journal published for the British Industrial Biological Research Association, 50(9), 3120–3125. https://doi.org/10.1016/j.fct.2012.06.033

Kubo, I., Fujita, K., Kubo, A., Nihei, K., & Ogura, T. (2004). Antibacterial activity of coriander volatile compounds against Salmonella choleraesuis. Journal of agricultural and food chemistry, 52(11), 3329–3332. https://doi.org/10.1021/jf0354186

Laribi, B., Kouki, K., M'Hamdi, M., & Bettaieb, T. (2015). Coriander (Coriandrum sativum L.) and its bioactive constituents. Fitoterapia, 103, 9–26. https://doi.org/10.1016/j.fitote.2015.03.012

Rath, S., & Padhy, R. N. (2014). Monitoring in vitro antibacterial efficacy of 26 Indian spices against multidrug resistant urinary tract infecting bacteria. Integrative medicine research, 3(3), 133–141. https://doi.org/10.1016/j.imr.2014.04.002

Advertências:

1. Nunca compre medicamentos sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o medicamento coma o prazo de validade vencido.
6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
6.1. Manter em geladeira caso esteja indicado no rótulo.
7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
9. Este medicamento não deve ser utilizado durante o período de amamentação sem orientação médica.
10. Medicamentos em cápsulas não podem ser partidos ou mastigados.
11. Este medicamento não pode ser utilizado por indivíduos hipoglicêmicos sem orientação médica.
12. Este medicamento não pode ser utilizado por indivíduos hipertensos sem orientação médica.
13. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, UM MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".


Venda mediante prescrição do profissional habilitado.
"Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista".
* A Farmácia Sempre Viva é uma farmácia de manipulação, logo, os produtos anunciados neste site serão produzidos sob encomenda e serão postados na transportadora em até 5 dias úteis após a confirmação do pagamento.
"O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário o direito o direito à informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto" RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.


Caso tenha alguma dúvida, converse com a farmacêutica!

As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem em hipótese alguma a medicação prescrita pelo profissional da área médica. Somente o médico está em condições a diagnosticar qualquer problema de saúde e prescrever o tratamento adequado. Evite a automedicação: Informe-se com o farmacêutico. Maiores esclarecimentos,consultar o site: www.anvisa.gov.br. Medicamentos controlados somente com apresentação da receita na loja física. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS,O MÉDICODEVERÁ SER CONSULTADO. EVITE AUTOMEDICAÇÃO. NÃO SE TRATA DEPROPAGANDA, E SIM DE DESCRIÇÃO DO PRODUTO, CONSULTE SEMPRE UM ESPECIALISTA. Em caso de dúvidas, fale com o nossa farmacêutica ou faça-nos uma visita. Consulte nossas opções de Frete Grátis para todo o Brasil.